ESPELHO SALVADOR

5

coluna-guerrinha

Alguns anos atrás, num dos leilões de produtos inéditos, acabei motivado a comprar.

Dei lances de acordo com o bolso, sempre sem sucesso, até que o último produto da noite, uma égua de 3 anos, chamada Miss Palermo, apareceu no tattersall quase deserto.

Acabei sendo declarado proprietário pelo leiloeiro e saí de lá feliz da vida, como se tivesse feito a compra de um craque.

No dia seguinte, com a adrenalina normalizada, paguei as taxas, a primeira parcela e procurei o saudoso e competente treinador Jorge Santana.

– Tem vaga na sua cocheira?

– Tenho! – respondeu.

Minutos depois, surgiu no páteo a castanha, alegre, passos lentos e o Jorge, observador atento, não deixou por menos.

– Com esse tamanho, só vai ganhar páreos em parques infantis! – referendou.

Na primeira pesagem, a desconfiança aumentou: 380 quilos.

E logo veio a primeira recomendação.

– Vamos fazer um tratamento e botar 20 quilos nela! – anunciou.

Compramos tudo o que era recomendado para um tratamento rápido e eficiente.

Quase um mês depois, a Miss Palermo, que galopava um dia sim, três não, voltou a pesagem.

E a balança acusou 375 quilos.

Mas ai veio a grande notícia, através do cavalariço, um menino esperto, acostumado com a lida.

– Ela caminha a noite inteira! É muito nervosa!

– Então é fácil o caso! – respondi.

Na mesma hora, procurei um outro treinador, que me ofertou um galo, expediente utilizado com sucesso para acalmar animais agitados, que foi colocado para fazer companhia para a nervosa.

Dois dias depois, um telefonema do Jorge Santana acabou com mais uma esperança:

– A Miss deu um coice e matou o galo!

Fui até a cocheira, conversei com o treinador e decidimos arrumar uma ovelha para ficar ao lado da égua.

Menos de 48 horas depois, outro telefonema.

– Mais uma vítima! A égua liquidou com a ovelha!

Sem saber para onde correr, disposto a me livrar da bronca por qualquer preço, contei tudo para um amigo que havia passado por situação parecida.

Ele me levou até uma loja, me fez comprar um espelho e voltamos para a cocheira.

Grudou na parede do box e, em menos de 15 dias, a Miss Palermo aumentou o peso, começou a correr, ganhou três páreos e se valorizou para a reprodução.

São os mistérios do turfe.

 

VEJA TAMBÉM

Share.
Share.

5 Comentários

Comentário